sexta-feira, 8 de agosto de 2008

impulso lunar

Foi culpa da lua
Não tardou iluminar
Noite fez manhã
No escuro se via
É o dia, é o dia
Num olhar
Avançam marés
O homem e a mulher

Corre, não se esqueça, não me esqueço
Que o medo é o começo
É preciso mais que o medo
É preciso mais
É cedo

ter coragem
caminhar

Que ainda é cedo
Ainda é pouco
É tão pouco quase nada

pro luar

Ela que empurra as palavras pra fora
Influi no oceano
Mais branca que o sal
Ela que empurra as palavras pra fora
Influi no oceano
Mais branca que o sal

Ela que invade os meus olhos
Sorriso no olhar
Ficando mais tempo a mirar, aquele tempo
De pensar ainda é tempo

caminhar

2 comentários:

Eduardo Politzer disse...

é meu rei...

transpassado disse...

essa é uma musica nova que fiz com o pedro no mes passado, vc tem q ver, ficou manera

Seguidores

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.