terça-feira, 10 de agosto de 2010

educação

Começou no polegar, ensinou ao mindinho. Espalhou pelos cinco

as mãos ensinaram às pernas, passaram pros pés, calejados de chão

os olhos ensinaram à boca. O nariz ensinou à barriga.

Ouvidos ensinaram à espinha.

 

Ouça (eu ovo) a galinha:

escrever ensinou a pensar

Ou foi pensar

que  ensinou a escrever?

6 comentários:

Beá Meira disse...

Escrever ensinou a pensar!

ricardo magalhães disse...

Será? Acho que o primeiro ovo foi pensar, mas quando nasceu a galinha, já era: a prole toda se contaminou de palavras, num processo irreversível. Se escapar da frigideira, mais cedo ou mais tarde o ovo vira galinha...

Luka disse...

Seja o que veio primeiro, a merda tá veita

ótimo blog

ricardo magalhães disse...

Valeu Luka! Sinta-se em casa nesta caverna (ou galinheiro)!

Eduardo Politzer disse...

e o zoio da galinha arregalado

ricardo magalhães disse...

um olhando pra mim, outro olhando pro lado

Seguidores

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.