segunda-feira, 29 de outubro de 2007

um pé além da porta

o momento de ir
foi o momento de rir
e pensar que se não fosse naquela hora
uma nuvem de culpa invadiria aquele sol

a sombra baixando
as cadeiras de praia se aproximando
sobressalto
salto junto
e ponho a última carta na canga
ali
naquela hora
se encontram dois mundos
distanciados por igual proximidade
e fazem do tempo
mero detalhe
10 anos em uma tarde
e já foi tarde
mas é que arde
minhas costas e meu peito.

3 comentários:

Eduardo Politzer disse...

um bom poema nao e melhor (nem pior) que uma sopa de letrinhas

transpassado disse...

uma sopa de letrinhas (ainda existe? ou já virou lenda do século passado?) vomitada de maneira correta pode ser bem melhor que um poema concreto. bem mais concreto...!

eduardo disse...

acho q nao existe mais sopa de letrinhas ne'....

mas eu curtia

Seguidores

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.